clinicabessaago21
clinicabessaago21

Atrofia genital

O que é
Uma das principais ocorrências manifestadas em mulheres que vivem a menopausa, provocando incômodo na penetração e prejudicando a vida sexual. O problema também pode ocorrer em pacientes que se submetem a tratamentos radioterápicos e medicamentosos.

Causas
Surge em função da falta do hormônio estrógeno que altera a espessura do canal vaginal, tornando-o menos elástico, mais fino, menos úmido e causando fissuras durante o ato sexual.

Sintomas
Dor (inclusive ao urinar), sangramento, ardor, aumento de infecções vaginais, (urgência de urinar à noite) e autoestima prejudicada. O desconforto atinge também o parceiro que, às vezes, chega até a desistir de praticar sexo.

Tratamento
O primeiro passo é solicitar ajuda ao ginecologista, pois o problema pode ser tratado com terapia hormonal (gel ou creme) e, recentemente, surgiu um tratamento por meio de laser CO2 fracionado que está sendo estudado e pode ser uma alternativa às pacientes com riscos de cânceres ginecológicos e doenças sistêmicas crônicas (apresentam contra indicações para a terapia hormonal).
O método consiste em um número variável de aplicações que prometem não provocar dor, mas somente a sensação de calor, efeito este que age na lâmina da parede vaginal, estimulando a formação de fibras de colágeno, reticulares e elásticas.

Prevenção
Apesar de o quadro se instalar gradativamente, a prevenção pode estar em uma vida sexual ativa e frequente.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest