clinicabessaago21
clinicabessaago21

Caspa

O que é
Uma disfunção das glândulas sebáceas do couro cabeludo. Não é uma doença e não tem nada a ver com falta de higiene. É um estado do couro cabeludo. Ou seja, você não “pega” ou transmite caspa.
Em condições normais, a pele do couro cabeludo é substituída cerca de uma vez por mês. As células mortas são expulsas sem percebermos porque são muito pequenas e praticamente invisíveis. Entretanto, quando a pele está mais sensível e suscetível à irritação, a troca de células se torna mais intensa e em um período menor de tempo, consequentemente, a eliminação de células mortas também, dando origem à caspa – aqueles pontinhos brancos no cabelo que ficam visíveis nas roupas e que também podem ficar grudados no couro cabeludo.

Causas
Essa disfunção normalmente é agravada pela presença de um fungo, o Malassezia, que está naturalmente na pele de todos nós. A diferença é que, por um conjunto de fatores internos e externos (alimentação inadequada, estresse, uso de secador em excesso, alta exposição ao sol e uso de água muito quente), esse fungo pode causar ou não a caspa em diferentes pessoas.

Sintomas
Pode se manifestar de diferentes maneiras e nem sempre todos os sintomas aparecem ao mesmo tempo. São eles: coceira, descamação, queda devido à quebra, oleosidade e ressecamento.

Tipos
Tem duas formas diferentes, dependendo das características do couro cabeludo.
– No couro cabeludo seco:  o problema se caracteriza por pontos brancos soltos e visíveis em roupas escuras.
– No couro cabeludo oleoso: ela se caracteriza por placas de pele que ficam grudadas na cabeça por causa do excesso de sebo.

Diagnóstico
É clínico, feito por meio da localização e do tipo das lesões, associados com fatores desencadeantes. Dificilmente é necessária a realização de exames de pele como biópsia.

Tratamento
Não existe cura e sim controle. Há medicamentos específicos capazes de controlar a caspa, tudo vai depender do tipo e intensidade. Estas medicações podem ser em forma de creme, gel, xampu ou tônicos capilares. Também é importante controlar os fatores externos e internos que contribuem para a caspa como o calor e o estresse, adotando hábitos mais saudáveis.

Prevenção
É muito importante a higienização do couro cabeludo, não ficar muito tempo sem lavar a cabeça, usar água de morna a fria, secar bem os fios e reduzir o estresse.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest