clinicabessaago21
clinicabessaago21

Dor do crescimento

O que é
É uma sensação dolorosa recorrente que surge em plena fase do desenvolvimento infantil, entre 3 e 8 anos. Sua manifestação varia muito, mas geralmente, incomoda a criança uma vez por semana ao longo de um ano.

Causas
Teorias mais aceitas: ossos cresceriam mais rápido do que os músculos e tendões, ficando sobrecarregados; hipótese de ocorrência de fadiga muscular devido ao excesso de atividade física/brincadeiras na data (pode ser agravada por estresse e conflitos pelos quais a criança estiver passando); e fator hereditário.

Áreas atingidas
Membros inferiores, principalmente a região da panturrilha, atrás dos joelhos e nas coxas; pode afetar simultaneamente braços e pernas (10 a 20%). Boa parte das crianças costuma queixar-se também de dor de cabeça. A dor incomoda a tão ponto que pode interromper o sono da criança.

Diagnóstico
A avaliação clínica ajuda a traçar um diagnóstico por exclusão, pois o médico vai examinar e verificar sinais de inchaço, manchas e aumento da temperatura local –indício de doenças inflamatórias. Se não encontrar nada, pode suspeitar de dor do crescimento e solicitar exames complementares de sangue ou de imagem. A dor de crescimento não leva a criança a mancar.

Tratamento
Na maior parte das vezes, o sintoma regride espontaneamente. O acolhimento por parte dos pais é valorizado pelos médicos no sentido de tranquilizar a criança enquanto faz massagens com álcool gel ou aplica uma bolsa de água morna na região dolorida. Os médicos podem recomendar ainda alongamento e natação supervisionados para diminuir o número de episódios dolorosos e evitar o uso de medicamentos. No entanto, o especialista pode também prescrever analgésicos.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest