clinicabessaago21
clinicabessaago21

DPOC – Doença pulmonar obstrutiva crônica

O que é
A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é conhecida como bronquite crônica e enfisema. Frequentemente acomete indivíduos com mais de 40 anos, na maioria dos casos fumante ou ex-fumante (o que não quer dizer que este público obrigatoriamente desenvolve a doença).

Causa
O hábito de fumar tem um papel importantíssimo. Outro fator que merece ser levado em consideração no desenvolvimento da DPOC é a poluição atmosférica, especialmente o dióxido de enxofre e as partículas suspensas de combustíveis. No entanto, o que irá determinar se o indivíduo apresentará a DPOC é uma predisposição genética.

Sintomas
Os principais são tosse e falta de ar (em situações de esforço como subir escadas). Geralmente, os sinais começam discretamente e se confundem com cansaço ou falta de preparo físico. Com o passar do tempo, a falta de ar fica mais intensa e surge depois de esforços cada vez menores. Nas fases mais avançadas, vem mesmo com o doente em repouso e se agrava muito diante de atividades corriqueiras (como tomar banho em pé e andar na sala).

Complicações
Dentre elas desnutrição (o desequilíbrio entre a quantidade de caloria ingerida e gasta além de ser um passaporte para infecções), o enfraquecimento dos músculos respiratórios e a piora da capacidade física.

Diagnóstico

É fundamental avaliar a função ventilatória por meio de espirometria, exame não-invasivo. no qual o paciente sopra o ar dos pulmões num aparelho que mede a capacidade pulmonar. Muitos especialistas recomendam que ela seja feita nas pessoas que fumam há mais de dez anos.

Tratamento
O único tratamento capaz de aumentar a sobrevida dos portadores da doença é a oxigenioterapia (cateter nas narinas ligado ao tubo de oxigênio). Parar de fumar é decisivo para quem mostra declínio progressivo das provas de função respiratória. Nos pacientes com pequeno grau de obstrução das vias aéreas causada pela fumaça do cigarro, a interrupção leva à imediata melhora da função pulmonar.
Chicletes, adesivos de nicotina e drogas antidepressivas associados a terapias comportamentais ajudam a aliviar a dependência de nicotina nos portadores de DPOC. Todos os pacientes devem receber anualmente vacinas contra a gripe e contra o pneumococo.
Os médicos também indicam drogas broncodilatadoras e anticolinérgicos para aliviar os sintomas associados à produção e eliminação das secreções.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest