clinicabessaago21
clinicabessaago21

Entenda a anestesia

O que é
É um procedimento que evita a dor e o sofrimento durante uma cirurgia médica e ajuda a garantir o bem-estar, relaxamento e conforto do paciente, além de ajudar o cirurgião a trabalhar com mais calma, segurança e eficiência. Antes de existir a anestesia, até meados do século 19, as pessoas sentiam todas as dores da operação e, por isso, o cirurgião era obrigado a trabalhar rápido, para diminuir o sofrimento.

Consulta pré-operatório
Segundo o Conselho Federal de Medicina, o paciente tem o direito a uma consulta com o anestesista antes da cirurgia. Não é indicado que esse contato ocorra apenas horas antes da operação. Nessa consulta, o paciente deve ser sincero e informar ao anestesista sobre problemas de saúde, uso de álcool ou drogas e possíveis reações a anestesias anteriores. Após essa consulta, o anestesista irá orientar o melhor tipo de anestesia, que depende muito da cirurgia.

Tipos de anestesias
Regional – tira a sensibilidade apenas de algumas regiões do corpo ou em um só membro
Local – age em um lugar menor e é aplicada na incisão ou no corte cirúrgico
Geral – reduz toda a atividade do corpo, músculos relaxam e o sono profundo é induzido. Bloqueia a dor e a memória.
Sedação – apenas deixa o paciente relaxado.

Recomendação
Antes da cirurgia, inclusive, é extremamente importante que o paciente cumpra o jejum de, no mínimo, 6 horas. Essa recomendação é feita porque, com os músculos relaxados, o paciente perde a capacidade de tossir e expulsar os alimentos que podem entrar nas vias respiratórias e, se ele tiver ingerido algum alimento, há o risco de esse alimento ir parar nessas vias e depois nos pulmões, causando uma pneumonia difícil de tratar.

É mito
…Dizer que o choque anafilático tem grandes chances de ocorrer. Esta reação tem um risco mínimo.
…Imaginar que os medicamentos anestésicos são perigosos. Os atuais medicamentos são muito seguros e apresentam uma baixa incidência de alergias e complicações graves.
…Acreditar que existe um exame que determine se o paciente tem alergia ao medicamento anestésico. Só é possível prever reações em pacientes que já tenham alergias a borracha ou látex.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest