clinicabessaago21
clinicabessaago21

Escabiose

O que é
Popularmente conhecida como sarna, é uma doença causada por um parasita que só se hospeda em pessoas. O Sarcoptes scabie alimenta-se da queratina, a proteína que constitui a camada superficial da pele.

Sintomas
A principal é a coceira intensa (fica pior à noite), observa-se ainda o desenho de crostas na pele, principalmente, entre os dedos das mãos, axilas, cintura, nádegas, mamas, pênis, rosto e pés. Nas crianças, as marcas também podem ser encontradas nas palmas das mãos, planta dos pés, couro cabeludo e pescoço.

Transmissão
Ocorre por meio de contato direto com as pessoas infectadas (inclusive por meio de relações sexuais) e raramente é transmitida por roupas. A incubação do parasita em pessoas nunca antes expostas é de aproximadamente 4 a 6 semanas; já as que tiveram algum contato com o causador da sarna desenvolvem os sintomas mais rapidamente, de 1 a 4 dias após a exposição.

Diagnóstico
Baseia-se em histórico e exame do paciente para verificar lesões características. O médico pode pedir também escarificação das lesões para identificar o causador dessa patologia. Porém, o exame negativo não descarta a possibilidade da infecção, permitindo muitas vezes se tentar um tratamento de prova.

Tratamento
Há vários medicamentos de uso tópico que podem ser utilizados no tratamento da escabiose. As soluções escabicidas normalmente devem ser diluídas e aplicadas à noite, no corpo todo do indivíduo, por alguns dias. Outra possibilidade é o tratamento via medicação oral prescrito pelo médico, porém, esses, geralmente, são usados nos casos graves da doença ou em pacientes imunodeprimidos. Os sabonetes escabicidas não costumam ser eficazes e produzem, em diversos casos, reações alérgicas que pioram o caso.

É importante que todas as pessoas que residem na casa do doente sejam examinadas e até mesmo tratadas, às vezes, com doses menores da medicação e com orientação médica. Não há necessidade de ferver roupas de cama ou pessoais, pois o ácaro não sobrevive por muito tempo fora do hospedeiro. Porém, é importante trocar diariamente as roupas, com lavagem simples das mesmas. Gestantes e lactentes não devem utilizar os mesmos medicamentos que as outras pessoas acometidas pela escabiose.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest