clinicabessaago21
clinicabessaago21

Ginkgo Biloba

O que é
Com nome científico Ginkgo biloba L., a planta natural do Extremo Oriente foi a primeira a brotar após a destruição provocada pela bomba atômica na cidade de Hiroshima, no Japão.

Composição
Entre os seus componentes estão os bioflavonóides, os antioxidantes mais poderosos e que combatem os radicais livres e impedem o envelhecimento.

Indicações
O extrato obtido de suas folhas comprovadamente reduz as tonturas e o zumbido no ouvido, refresca a memória e ajuda a tratar microvarizes, úlceras varicosas, cansaço das pernas e artrite dos membros inferiores. É ainda amplamente estudada, uma das hipóteses é que talvez a planta tenha algum efeito na habilidade do organismo de aniquilar células defeituosas. Há ainda frentes de pesquisas que listam a sua habilidade para inibir os vasos que alimentam o câncer e sua capacidade de evitar danos ao DNA.

Como age
O comprimido de ginkgo biloba desencadeia diversas reações. Os vasos sangüíneos se dilatam e o sangue fica mais fino. Assim, corre mais rápido e com mais facilidade e essa irrigação ajuda no bom funcionamento de todas as partes do corpo. O labirinto, estrutura que pertence ao ouvido, passa a ser mais bem irrigado e oxigenado, o que ajuda a acabar com tonturas e zumbidos. As áreas do cérebro responsáveis pela memória e pelo raciocínio ficam mais despertas. Essa circulação mais livre alivia as dores nos braços e nas pernas. Estudos informam que a ginkgo faz as células tumorais corresponderem melhor à ordem de autodestruição e eliminação pelos fagócitos (defensores do corpo) – já há comprovações de eficácia nos cânceres de ovário e mama. No caso do Alzheimer, seu poder ainda é questionável e o ponto mais comum é a indicação dela preventivamente.

Quem não pode usar
Pessoas com problemas graves de circulação, pacientes que se tratam com anticoagulantes, diabéticos, grávidas ou lactantes.

Atenção
O remédio possui tarja vermelha e só pode ser vendido com receita médica (a dose máxima recomendada é de 240 mg/dia). O cuidado se deve ao fato de que, ao dilatar os vasos sanguíneos, a ginkgo possa provocar efeitos colaterais como enxaqueca, aumentar alergias, provocar distúrbios gastrointestinais e queda de pressão arterial. As versões de cápsulas ou folhas de chá não são tão indicadas, pois vêm com um ácido irritável.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest