clinicabessaago21
clinicabessaago21

Olhos abertos para a conjuntivite

O que é
Conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular e o interior das pálpebras. Todo mundo de qualquer idade está sujeito à doença.

Tipos e causas
Ela pode ser classificada como infecciosa (causas: bactérias, vírus e fungos), alérgica (causas: pó, ácaro, lã, pólen e pêlo de animal) ou química (causas: ácidos e soda caustica).

Contágio
Na conjuntivite infecciosa, a contaminação se dá, principalmente, pelas mãos e pelo contato direto com objetos/locais infectados (como torneiras, piscinas e praias). Já a alérgica e a química acontece pelo contato direto com a substância irritante.

Sintomas
Em geral, a conjuntivite se caracteriza por vermelhidão ocular, embaçamento visual, secreção (no caso da conjuntivite infecciosa), prurido e lacrimejamento. O principal sintoma são os olhos grudados ao acordar.

Duração
A conjuntivite química e alérgica dura enquanto houver contato direto com a substância irritante. Já a infecciosa evolui de 4 a 14 dias, sendo que algumas podem durar meses, quando não acompanhadas por um bom profissional.

Tratamento
Depende da causa, por isto, o primeiro passo é ter um diagnóstico preciso feito por um oftalmologista. É fundamental diferenciar uma simples conjuntivite de outras patologias oculares mais graves como glaucoma e uveite. Também é importante evitar a automedicação e os colírios indicados por farmacêuticos ou curiosos. Para as conjuntivites química e alérgica indica-se corticóides locais ou sistêmicos associados a antialérgicos locais. Para a infecciosa, além dos corticóides, são recomendados antibióticos e cuidados locais como uso de lenço seco e limpeza com soro fisiológico ou água boricada.

Complicações
As complicações são raras. Mas se não tratada adequadamente, a infecção pode se disseminar, atingir a córnea e causar até danos permanentes.

Prevenção
Para evitar o contágio, é preciso lavar as mãos com freqüência e não esfregar/coçar os olhos, evitar compartilhar toalhas de rosto, evitar banho em piscinas públicas e tratar rapidamente a doença (o que diminui o período de contágio).

Redobre a atenção.

No verão: pelo contágio por piscinas e praias.

Nas crianças: o melhor é afastá-las das atividades escolares e do convívio direto com outras crianças.

No Brasil
A conjuntivite é endêmica no Brasil durante todo o ano, podendo de tempos em tempos surgir surtos epidêmicos, principalmente por conjuntivites virais. Não há uma época do ano em que ela seja mais comum. No inverno, a convivência em ambientes fechados facilita a transmissão, enquanto no verão o contato por meio de praias e piscinas também favorece a transmissão.

Dr. Edson dos Santos Neto – CRM 47.958
Oftalmologista

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest