clinicabessaago21
clinicabessaago21

Otite

O que é
Infecção que pode atingir a parte externa ou média da orelha (forma correta de denominar o ouvido).

Tipos e causas
Otite média aguda: é a mais comum – sobretudo nos três primeiros anos de vida – e, na maioria das vezes, surge como consequência de uma infecção respiratória.
Otite externa: costuma aparecer depois dos quatro anos de idade, quando a criança fica muito tempo em contato com a água, seja da piscina ou do mar.
Otite de repetição: quando a doença manifesta mais de quatro episódios por ano.

Sintomas
O principal é a dor, mas também pode provocar febre e comprometer a audição. O incômodo leva ainda a algumas mudanças de comportamento como irritação e dificuldade para dormir e se alimentar.

Tratamento
É feito com compressas mornas na orelha com a ajuda de uma bolsa térmica, protegida adequadamente, ou uma fralda aquecida com o ferro de passar roupa. Nada de pingar azeite morno ou medicamentos caseiros no ouvido. Quando se coloca uma substância no canal auditivo, corre-se o risco de agravar a infecção e até mesmo dificultar a visualização do local pelo médico. Analgésicos, antitérmicos e antibióticos também podem ser prescritos pelos especialistas para deter o processo infeccioso e combater a dor. O tratamento deve respeitar a prescrição médica em relação ao tempo de uso e às dosagens.

Complicações
Procure imediatamente um pediatra ou otorrinolaringologista assim que os sintomas da doença se manifestarem. A orelha média fica muito próxima às estruturas do sistema nervoso central e complicações da otite podem levar a uma meningite ou até mesmo a um abscesso cerebral. Além disso, vale lembrar que a multiplicação de bactérias pode causar a perfuração do tímpano, levando à perda permanente da audição.

Cirurgia
É recomendada quando o tratamento clínico não resolve o problema para implantar tubinhos de ventilação na orelha (expulsos naturalmente no prazo de um ano). O procedimento tem como objetivo arejar o local. Assim, os tecidos se recuperam e as chances de inflamações diminuem.

Prevenção
O ideal é manter as vias respiratórias sempre limpas e longe de problemas, já que as infecções e inflamações nessa área predispõem a doença. Entre os cuidados estão evitar mudanças bruscas de temperatura e ambientes muito frios ou com fumaça de cigarro.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest