clinicabessaago21
clinicabessaago21

Pediculose

O que é
O piolho é um inseto parasita que sobrevive com o sangue de seu hospedeiro, provocando a pediculose, que é a infestação no couro cabeludo. No entanto, seu aparecimento não tem nenhuma relação com má higiene.

Contágio/Transmissão
O piolho não pula e nem voa, apenas anda de uma cabeça para outra pelo contato direto entre os fios de cabelo, por exemplo, quando há aproximação de cabeças ou compartilhamento de objetos pessoais (bonés, presilhas, gorros, pentes e travesseiros).

Sintomas
O principal é a coceira, principalmente, na nuca e atrás das orelhas. Mas algumas pessoas podem apresentar ainda feridas causadas pelo ato de coçar, marcas visíveis deixadas pelas picadas do inseto, ínguas e infecções secundárias (nos casos mais graves de infestação).

Tratamento
O mais comum é feito com xampus ou loções aplicadas diretamente sobre o couro cabeludo e uso de pente fino da raiz às pontas, seção por seção do cabelo, para retirada dos ovos (conhecidos como lêndeas) que dão origem a novos insetos. Uma lêndea leva cerca de dez dias para sair do ovo e se tornar adulta. Cada uma mede 0,3 mm de comprimento, enquanto um piolho chega a 3 mm e vive até 40 dias.
Em alguns casos, os pediatras indicam também um remédio de uso oral. No combate, é importante ainda lavar roupas, toalhas, lençóis, travesseiros e pentes (o piolho pode viver até dois dias fora da cabeça) e comunicar o colégio (no caso das crianças) para tomar avisar a classe da criança com a infestação.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest