clinicabessaago21
clinicabessaago21

Pilotos podem barrar passageiros doentes

Festas de fim de ano e período de férias pela frente, é importante tomar certos cuidados se for viajar de avião. Do ponto de vista de saúde vascular, voos e jornadas de mais de três horas (vale para carro ou ônibus) pedem algumas medidas para prevenir tromboembolismo (quando um tipo de coágulo se movimenta pela veia e obstrui o fluxo sanguíneo, em pontos gravíssimos como pulmões) como, por exemplo, exercícios para panturrilha e caminhar. Mas, saiba ainda que existem restrições de saúde, que ficam a critério das companhias aéreas observar e controlar.

O assunto leva em consideração doença que comprometa a saúde do paciente e a de outros passageiros durante o voo. Isso inclui problemas respiratórios/cardíacos e quadros pós-operatórios. A recomendação ao passageiro ou seu acompanhante é levar um atestado médico, de preferência citando o nome da doença e deixando claro que ela não inviabiliza a viagem de avião. Gestantes, por exemplo, são orientadas a ter autorização médica a partir da 36ª semana (32ª, no caso de gestações múltiplas).

Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Aeroespacial

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest