clinicabessaago21
clinicabessaago21

Tontura

O que é
Sintoma que geralmente se refere a uma perturbação do equilíbrio corporal. Não se trata de uma doença, mas de um sintoma apresentado em várias delas, um sinal importante que algo não está funcionando de forma adequada no organismo.

Causas
Há relatos de mais de 300 quadros clínicos que levam à essa sensação, entre eles, processos infecciosos, inflamatórios e decorrentes de tumores. Mas, em geral, a tontura está relacionada com o labirinto, uma estrutura localizada no ouvido interno. Raramente a tontura indica um problema neurológico mais sério, como um derrame, hemorragia cerebral ou esclerose múltipla. O ideal é que um médico seja procurado assim que o sintoma aparecer.
Os principais influenciadores são: anemia (pelo transporte ineficiente de oxigênio no sangue), gripe (o nariz congestionado pode afetar o labirinto), enxaqueca (vem aliada à náusea e sensibilidade à luz), síndrome metabólica (diabetes e colesterol alto prejudicam a oxigenação do labirinto), transtorno de ansiedade (combinada com respiração ofegante e taquicardia), distúrbios hormonais (menopausa e problemas na tireoide podem comprometer o labirinto), distúrbios neurológicos (doenças degenerativas afetando os nervos ou o próprio labirinto), lesões (pancada, som alto, pressão na decolagem do avião ou no mergulho), medicamentos (em função de efeitos colaterais), distúrbios de visão (alterações de pressão intraocular ou falsa sensação de movimento) e doenças vasculares (arritmias, hipertensão e aterosclerose prejudicando alimentação sanguínea).

Sintomas
A tontura pode ser de caráter giratório (vertigem) ou não (instabilidade, sensação de flutuação, visão borrada, atordoamento, etc.) e costuma se associar a outros sintomas como perda auditiva, zumbido, náuseas e vômitos.

Diagnóstico
É feito através de uma avaliação otoneurológica. Essa avaliação consiste em um estudo do histórico clínico, exames físicos, testes auditivos e vestibulares aplicados ao paciente. Nesse diagnóstico são utilizados os exames de tomografia computadorizada e a ressonância magnética.

Tratamento
Mais de 90% das pessoas apresentam melhora parcial ou total depois de iniciar um tratamento. A proposta é individualizada, visando, essencialmente, eliminar ou controlar a causa e os fatores agravantes. Dentre as alternativas estão exercícios de reabilitação do equilíbrio corporal e medicação antivertiginosa. Em determinados casos, ainda há a possibilidade de recuperação por meio de procedimentos cirúrgicos.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest