clinicabessaago21
clinicabessaago21

Agravamento de varizes: Erisipela

O que é
Uma infecção da pele, que se desenvolve como resultado da contaminação por bactérias passando a barreira da pele.

O que as varizes têm a ver com isso?
As varizes não tratadas podem virar insuficiência venosa crônica, a doença leva a alterações irreversíveis na pele, e isso favorece a erisipela nos membros inferiores.

Outros vilões
Mudanças na pele por traumatismo (picada de inseto, cortes e injeções), inflamação (por eczema, psoríase ou radioterapia), infeções cutâneas prévias (impetigo ou pé de atleta) e varicela.

Sinais
Inchaço, vermelhidão e calor (edema, rubor e calor) nos membros inferiores e pode acometer a parede abdominal, a face ou a região periorbital (em redor dos olhos).
O paciente costuma iniciar o quadro de forma rápida e aguda, com febre e calafrios.
Outras manifestações importantes linfangite/linfadenite (inflamação dos gânglios linfáticos adjacentes à zona infetada). Também o aspecto da “pele casca de laranja” pode surgir, fruto do inchaço criado em redor dos folículos pilosos, bem como o aparecimento de manchas negras.

Diagnóstico
É feito com base nas características clínicas.

Tratamento
O médico recomenda uso de antibiótico (comprimido ou injeção, de acordo com a gravidade) e costuma solicitar repouso com elevação da área afetada, hidratação da pele com produtos específicos, uso de meias de contenção e tratamento das varizes conjugado (cirurgia e escleroterapia – a escolha do tratamento depende do tipo de veia, da condição clínica do doente, da localização e extensão do problema na veia). O tratamento de erisipela é individualizado e depende da resposta clínica inicial, contudo, um esquema entre 5 a 10 dias tende a ser eficaz.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest