clinicabessaago21
clinicabessaago21

Cuidado com as viagens longas

O excesso de calor típico do verão é um dos principais inimigos da circulação sanguínea. Isto porque as altas temperaturas dessa época do ano podem provocar dilatações das veias do corpo, ocasionando formigamento, inchaço, dor nas pernas e nos pés e sensação de peso. Com a chegada das férias, o número de viagens aumenta, assim como a incidência de Síndrome da Classe Econômica (SCE).

Trata-se da situação em que ocorre a coagulação do sangue no interior das veias (sobretudo nas pernas) de indivíduos em viagens prolongadas de avião, carro, ônibus ou trem (mais de quatro horas) devido ao fato de ficarem sentados e imóveis, com chances mínimas de se movimentar em função de espaços restritos (ou inexistentes) para caminhar.

A circulação sofre, pois fica difícil contrair a musculatura das pernas que massageia o sangue das veias no sentido ascendente em direção ao coração e pulmão. Os sintomas da síndrome aparecem depois da viagem sob a forma de inchaço, dor ou formigamento das extremidades e acentuam os riscos de trombose venosa profunda ou embolia pulmonar.

Os passageiros com maior potencial para desenvolver a SCE são idosos, obesos, grávidas, portadores ou pessoas que já sofreram de doenças cardíacas ou pulmonares, indivíduos com varizes destacáveis nos membros inferiores, pacientes que passaram por cirurgias de grande porte 30 dias antes da viagem, quem apresenta distúrbios da coagulação do sangue ou administra medicamento com grande concentração de hormônio feminino.

Portanto, em viagens prolongadas, adote as seguintes medidas preventivas: use meias de compressão elástica medicinais de suave ou média compressão (que são muito úteis, pois promovem com comprovação científica, um melhor fluxo sangüíneo venoso, evitando a estase sanguínea), viaje com roupas e calçados confortáveis, movimente-se e tome líquidos com frequência (exclua da lista bebidas alcoólicas, pois elas causam sonolência, aumentam o volume de urina e podem engrossar o sangue). Por fim, consulte um especialista para conselhos adicionais.

Movimente-se

– Faça movimentos circulares com os tornozelos, gire um no sentido horário e o outro no sentido contrário, mantendo as pontas dos pés apoiadas no chão e os calcanhares erguidos.
– Flexione os pés, apoiando o calcanhar no chão e levantando a ponta para cima.
– Faça movimentos com os joelhos. Com as costas apoiadas no encosto da poltrona, eleve uma das pernas até a altura do joelho, contraia a coxa, desça a perna e relaxe o músculo. Repita com a outra perna.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest