clinicabessaago21
clinicabessaago21

Disfunção erétil

O que é
A incapacidade do homem de iniciar e de manter uma ereção. Assim, ele não consegue manter a relação, pois seu membro sexual não fica suficientemente rígido para a penetração vaginal, impedindo a satisfação sexual.

Causas

  • Distúrbios psicológicos (estresse e depressão)
  • Doenças hormonais (diabetes, queda de testosterona, problemas endócrinos)
  • Doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson)
  • Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose)
  • Consumo excessivo de medicamentos (contra depressão, hipertensão ou para emagrecer) e uso de anabolizantes
  • Alcoolismo e tabagismo
  • Sedentarismo (leva ao aumento da gordura abdominal, atingindo os vasos e diminuindo a testosterona)

Sintomas

  • Redução do tamanho e da rigidez peniana
  • Incapacidade de obter e manter a ereção
  • Redução dos pelos corporais
  • Atrofia ou ausência testicular
  • Pênis deformado
  • Doença vascular periférica
  • Neuropatia (distúrbio das funções do sistema nervoso)

Diagnóstico
O médico costuma pedir avaliação laboratorial para saber como estão o metabolismo, o colesterol e os triglicérides. Além disso, pode solicitar avaliação física global, teste de intumescência peniana noturna; e ecodoppler peniano (mede o fluxo arterial e identifica eventuais obstruções arteriais penianas), bem como aplicar no consultório injeções intracavernosas para observar a ereção.

Tratamentos
O problema tem solução, que pode variar entre psicoterapia, reposição hormonal, autoinjeção, remédio oral, prótese peniana, gel, creme e enrijecimento por sucção.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest