clinicabessaago21
clinicabessaago21

Insuficiência venosa

O que é
Consiste em uma anormalidade no funcionamento do sistema venoso que ocorre quando a pressão nas veias aumenta e há dificuldade do retorno do sangue para o coração. Acomete principalmente mulheres acima de 50 anos e leva à formação de varizes (veias dilatadas e tortuosas) e trombose venosa profunda (formação de coágulos no interior das veias).

Causas
Sua origem está relacionada à incompetência no funcionamento das válvulas, obstrução de veias ou combinação destes dois processos. Pode acometer veias superficiais, profundas ou ambas. Outros fatores que aumentam o risco da insuficiência venosa são: história familiar de varizes, sobrepeso, gravidez, falta de exercícios, fumo e rotina permanente em pé ou sentado.

Sintomas
Os principais são: inchaço, dor e sensação de peso na perna e alterações na pele (aumento da pigmentação, ressecamento, coceira e formação de úlceras). Estes sintomas podem ser leves ou graves (quando eleva-se o risco de infecções nas áreas acometidas).

Diagnóstico
É feito, na grande maioria dos casos, por exame clínico, mas algumas vezes é necessário um estudo mais detalhado da circulação venosa através de exames como o Ecodoppler venoso (que avalia o fluxo venoso superficial e profundo) ou flebografia.

Tratamento
Depende da gravidade dos sintomas, do tempo de evolução e da causa e específico para cada etiologia. As varizes podem ser tratadas com medidas conservadoras, escleroterapia ou cirurgia. Para a trombose venosa profunda são recomendados repouso, anticoagulantes, elevação dos membros inferiores e uso de meias compressivas. Os casos de insuficiência venosa leve são atenuados com medidas para aumentar o retorno venoso, entre elas, uso de meias elásticas, freqüente elevação dos membros e hidratação da pele. A dermatite é contornada por meio de cremes e compressas. Para as úlceras são indicados repouso, elevação dos membros inferiores, limpeza e uso de meias elásticas e de antibióticos (se necessário). Já o edema melhora com a elevação e o enfaixamento das pernas.

Prevenção
É realizada com adoção de hábitos de vida saudáveis e de atividades físicas.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest