clinicabessaago21
clinicabessaago21

Síndrome do desfiladeiro torácico

O que é
É um grupo de distúrbios decorrentes da compressão do plexo braquial (nervos que passam do pescoço para o braço) e dos vasos subclávios na região do desfiladeiro torácico, que fica entre o pescoço e a axila.

Causa
É a compressão do feixe vascular (artéria e veia) e nervoso, que vai para o membro superior devido a alterações posturais e/ou anatômicas que alteram o triângulo formado pela primeira costela, clavícula e músculos escaleno e peitoral. A maioria das manifestações é devida à compressão nervosa.

Sintomas
A dor em geral é intermitente e relacionada aos movimentos, principalmente àqueles realizados com os braços elevados. Pode haver ainda formigamento e diminuição de força nos dedos anular e mínimo. Alguns pacientes apresentam também cefaléia, dificuldade de coordenação e distúrbios psicológicos (como depressão). Já os sintomas decorrentes da compressão vascular são edema no membro superior e alterações de cor que vão e voltam. A compressão venosa pode resultar ainda em trombose da veia subclávia.

Diagnóstico
É feito com exame clínico detalhado, eletrofisiológico (determina a lesão nervosa), raio X (demonstra alterações ósseas como costelas cervicais), ultrassom doppler (determina presença de distúrbios de fluxo e irregularidades nas paredes dos vasos e, muitas vezes, confirma a presença de compressão vascular), angiografia arterial ou venosa (detecta a obstrução vascular e delimita o ponto exato da compressão) e tomografia e ressonância (identifica o local da compressão e caracteriza alterações anatômicas como costelas cervicais, bandas fibróticas e hipertrofia dos músculos escalenos).

Tratamento
Depende do nível de dor ou do comprometimento vascular. Para os quadros neurogênicos, o tratamento é baseado em exercícios posturais/relaxamento e fisioterapia para correção e melhora da postura do paciente. A indicação da cirurgia acontece quando o quadro doloroso não cede ao tratamento convencional ou quando a compressão arterial ou venosa se manifesta na forma de trombose ou deformação do vaso. A ocorrência de comprometimento vascular constante e grave pede uma consulta imediata com o especialista vascular.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest