clinicabessaago21
clinicabessaago21

Trombose

Não apresenta sintomas. MITO
Ela apresenta alguns sintomas de acordo com a profundidade do coágulo. Os principais são inchaço, dor, calor, vermelhidão e sensação de peso nas pernas.

Viagens longas aumentam o risco da doença. VERDADE
Quando uma pessoa permanece muito tempo sentada com as pernas para baixo, o sangue que chega até os pés, bombeado pelo coração, encontra um obstáculo para retornar, o que predispõe o risco de formação de trombos. Em viagens longas (de ônibus, carro ou avião) essa mobilidade fica comprometida.

Não existe tratamento. MITO
O tratamento depende da localização da veia afetada, do tempo que ela está obstruída e da extensão do trombo. Dá para tratar com medicações anticoagulantes ou, em situações mais graves, parte-se para a cirurgia para desentupir os vasos danificados.

Varizes levam à trombose. VERDADE
Em alguns casos, as varizes podem favorecer o surgimento de coágulos devido a má circulação. É preciso ficar atento em qualquer veia que se sobressaia e procurar atendimento médico. Mas ter varizes não significa que a pessoa terá trombose.

Trombose é doença de idosos. MENTIRA
A trombose também aparece em jovens, com idades entre 20 e 40 anos. Fatores como pouca atividade física, trabalhar muito tempo sentado ou em pé ou gravidez podem colaborar para o aparecimento da doença, independentemente da idade.

A gravidez é um fator de risco para a trombose. VERDADE
O excesso de peso e as alterações hormonais podem desencadear o aumento da
coagulação. Por isso os médicos recomendam que as gestantes utilizem as meias de compressão durante o período da gravidez.

O coágulo só se forma nas pernas. MITO
O trombo pode acontecer também nas artérias coronárias e nos vasos arteriais cranianos.

Pílula + cigarro dão trombose. VERDADE
Essa dupla é uma combinação perigosa, já que ambos elevam o risco do problema.
Eles contribuem não só para a formação dos coágulos como também para que as veias fiquem mais dilatadas.

Não existe prevenção. MITO
Usar meia elástica ajuda muito, pois ela estimula o bombeamento do sangue mesmo em períodos em que a pessoa está sentada. Adotar hábitos saudáveis também é fundamental – atividade física regular, alimentação equilibrada, não fumar – assim como consultar um médico vascular periodicamente.

Conhecimento é saúde! Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest